O dom da dedicação

A minha história na moda começou um pouco sem rumo. Eu nunca tive aptidão para o desenho e quando comecei conheci colegas artistas. Sentia – me fora da caixa e tinha duas opções, ou eu desistia e procurava um outro curso, ou eu mergulhava de cabeça e compensava a minha falta de “dom” com dedicação.

Escolhi a segunda opção pois me apaixonei pela moda. Fiz “trocentas” monitorias de desenho e passava o dia inteiro na faculdade. Logo que pude, comecei a estagiar e a cursar modelagem em um renomado atelier em BH. Fiz aulas extras de desenho, croqui, aquarela e faço até hoje, quando posso. Fiz dois estágios em áreas diferentes, trabalhei em uma fábrica e, em 2010 comecei a fazer vestidos para as minhas amigas. Elas me davam o tecido e, nas primeiras vezes, fiz de graça, apenas para postar no Facebook. Foi ótimo! Apesar das dificuldades, aprendi muito, perdi o medo e tive que lidar com o “cliente”. Além disso, o “marketing” através das fotos nas redes sociais trouxe grandes procuras que, em pouco tempo, não conseguia conciliar com meus outros afazeres.

Sem mais devaneios… fico até com uma certa “raivinha” quando dizem que tenho o dom da costura. Poxa! Eu estudei e estudo tanto, cursei vários cursos, fiz tantos vestidos, estágios, aprendo a cada aula que preparo, já preparei tantos materiais que é um pouco injusto dizer que foi “facilmente herdado” e não “tão suado”.

O que eu quero dizer com isso? Hoje tenho um desenho legal e um conteúdo extenso de costura, moulage e modelagem. Pouco dom e muito estudo. Podemos ser o que quisermos com dedicação e esforço. Isso, nada nem ninguém tira de nós! Com essa história, minha pequena aptidão ficou para trás e hoje, tenho mais certeza que quando eu quero uma coisa, é preciso conhecimento e o tal do “correr atrás”. Com algum recurso, ás vezes pouco, mas criatividade e dedicação, eu acredito que você possa conseguir ser o que quiser e realizar seus sonhos.
Veja esse desenho de aquarela que estou trabalhando nesse exato momento. Começou láaa do bonequinho de palito.

?

  • Poliana Gomes

    O seu comentário aguarda moderação.

    Que inspiração de história Lara!
    Sou estudante de moda em Recife e me identifiquei demais com tudo isso, entrei no curso sem ter nenhuma noção de desenho, modelagem e costura, mas com um desejo imenso de fazer dar certo! Mas na experiencia dia a dia do curso comecei a me rotular a me sentir incapaz e inferior aos colegas de curso, que tão cedo começaram a trilhar caminhos de sucesso, recentemente me peguei pensando e me preocupando com as incertezas do futuro profissional, não vou negar que o futuro me assusta mas decidi mudar o que não vem dando certo e me dedicar ainda mais ao curso pra que seja possível romper os tantos medos e começar a vislumbrar um futuro!
    To encarando monitoria de Moulage, envolvida em grupo de estudo e focada a aperfeiçoar minha modelagem e costura percebi que se eu ficar parada me sentindo inferior e lamentando que as oportunidades não chegam as coisas simplesmente nunca vão acontecer!
    Obrigado por dividir sua história, depois de ler isso só me sinto mais instigada a seguir trilhando esse caminho que decidi que seria o meu grande sonho !

    Xêro!

  • Oie,

    que post incrivel!

    Eu sei o quanto é complicado é ter um blog!

    Tenho escrito sobre o Projeto Mamãe Sarada no meu blog AmigaseMulheres.com.br

    Beijos!