5 dicas para começar a costurar e enfrentar os seus medos

Avalie nossa página

5 dicas para começar a costurar e enfrentar os seus medos

 

Olá!

 

Espero que esse post te inspire a começar a costurar. Vou te dar 5 dicas para você refletir, pois elas me ajudam muito quando tenho medo de aprender algo ou quando preciso de ânimo!

 

DICA 1: FAÇA O SEU DOM

 

 

Muitas pessoas dizem que não têm dom ou não levam jeito para costurar. Mude a sua mentalidade em relação ao que é dom. A maioria das coisas que nos limita a fazer algo está dentro de nós mesmos. Temos medos, receios e nos colocamos para baixo.

 

O que é o dom?

 

Não conseguimos mensurar o dom. Não conseguimos definir o que é dom e o que é prática. Também ouço constantemente: “Eu posso fazer aula de costura? Não tenho nenhum dom para trabalhos manuais”.  Sempre respondo: “Também achava isso quando comecei a costurar e hoje, esse é o meu trabalho”. A costura trilhou o meu caminho de uma forma que eu não poderia imaginar. Tenho várias alunas que também me relatam isso, que não imaginavam que, ao aprender a costurar, não estavam aprendendo apenas uma habilidade, mas estavam se conectando com elas mesmas e com memórias afetivas.

 

O que eu quero dizer é que se você não trabalhar uma habilidade que pode ter ou não, ela nunca irá se desenvolver. Você pode ter “nascido sem o dom” e, mesmo assim, trabalhá-lo para ser bem sucedido nele. A prática e a dedicação de alguém podem superar o “dom” de quem não pratica. Começar a costurar é o primeiro e grande passo nesse processo.

 

Você pode ficar sempre com medo de se expor e ser criticado por isso, mas se não tentar fazer uma, duas, três, dez vezes, de maneiras diferentes, com carinho, colocando o seu coração nisso, você não irá para frente e, não irá, nem ao menos, saber o que poderia ter sido se tivesse tentado. Eu gosto de dizer que quero criar os meus dons. Se algo vai me fazer bem, vai me acrescentar, quero aprender aquilo, com carinho, paciência e, mesmo ao errar, não vou me frustrar, pois isso faz parte do processo.

 

DICA 2: NÃO TENHA MEDO DE COMEÇAR

 

Nós arrumamos várias desculpas para nós mesmos para não começar. Se você quer fazer e aprender algo, os primeiros passos, o encaixe de uma nova rotina de aprendizado, o início da descoberta de uma nov habilidade pode não ser muito fácil, mas é recompensador.

 

Mas se você quer algum resultado, pense que não haverá final nem resultado se não houver um começo. Eu sempre mentalizo onde eu quero chegar e o resultado pronto para me dar fôlego de começar ou enfrentar desafios. Essa é minha dica: mentalize o resultado final, mentalize sua satisfação ao conseguir superar os desafios e lembre-se: o importante é a viagem, o caminho de descobertas.

 

DICA 3: NÃO DESANIME SE ERRAR

 

Algumas pessoas ficam desanimadas quando têm que ajustar algo, desmanchar e refazer. Eu não conheço ninguém bem sucedido que acertou tudo de primeira. A gente aprende errando mesmo! Eu já errei muito e várias coisas que faço e dão certo hoje foi porque errei lá atrás.

 

Uma dica é sempre esfriar a cabeça quando uma costura não estão dando certo. Dê uma descansada, mude um pouco de assunto e volte a olhar o conteúdo depois de uma outra maneira, mais descansada. Ajuda muito!

 

Tem algumas vezes que a linha da bobina acaba, o ponto fica apertado demais, o tecido repuxa…é preciso desmanchar. Não é um momento legal, mas se você deixar, vai se frustrar com o resultado final. Todo o aprendizado terá valido a pena quando você chegar lá e se orgulhar do seu trabalho. O erro não pode ser visto como uma falha, ele tem que ser visto como uma evolução. Não acertamos de primeira e está tudo bem! As tentativas e a prática vão nos ensinar muito mais!

 

DICA 4: USE O MOMENTO DA COSTURA COMO UM MOMENTO POSITIVO:

 

 A costura faz parte do meu trabalho e, como todo trabalho, é cheio de responsabilidades, desafios e claro, alguns problemas. Ela também faz parte do meu momento de desconexão com o mundo, conexão comigo mesma e relaxamento. O meu foco é tanto quando estou costurando que é como se fosse uma meditação para mim. É um momento muito positivo, que me faz bem. O que eu sugiro é pensar sempre no que você deseja fazer, com uma atitude positiva. Uma atitude de quem vai conseguir, de quem vai usar muito o resultado, de quem vai se orgulhar do final. A atitude é como se a gente visse o “copo meio cheio ou meio vazio”. Ela diz tudo sobre o nosso resultado e a nossa qualidade de vida!

 

DICA 5: CERQUE-SE DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS, COMO LIVROS E CURSOS. LEMBRE-SE QUE A INFORMAÇÃO E O APRENDIZADO É O QUE TEMOS DE MAIS PRECIOSO

 

 

Quanto mais conhecimento e experiência você adquirir, melhores vão ser os resultados dos seus trabalhos. Vão ser mais precisos, com ganho de tempo e bem executados. Busque por educação e conhecimento. Você tem vários meios: pode ser que você consiga aprender sozinho, de maneira gratuita, com informações e vídeos na internet, que consiga, sozinho, selecionar o melhor conteúdo para você. Pode ser que você busque uma aprendizagem mais especializada, com acompanhamento, um curso direcionado que vai te poupar tempo e esforço e vai te dar um resultado mais rápido. O importante é você perceber em que grupo você está e qual cenário é melhor para o que você quer realizar. Busque o conhecimento da forma que for mais interessante para você.

 

Conheça mais o meu trabalho no instagram @lararogedo ou CLIQUE AQUI

 

Quer começar a costurar? Nos dias 25 a 29 de maio, vou fazer uma minissérie gratuita para quem deseja começar do zero. Para participar e receber as informações, faça o seu cadastro AQUI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *