Sem categoria

Blusa com decote quadrado e manga evasê Olá!   Quem lembra de uma linda blusa de malha de algodão, com decote quadrado e manga evasê que eu fiz há algumas semanas? Uma blusa de malha também pode ser bem elegante e ter detalhes diferentes. Esse é o resultado final:   Preparei a interpretação de modelo dela “no meu caderninho” e mostrei os passos que eu fiz no molde para criá-la. Ela ficou confortável e elegante ao mesmo tempo devido às suas características.   Agora, vamos Continue lendo

Problemas comuns com acabamentos   Vou falar os problemas mais comuns que já tive quando era aluna de costura e que também recebo em relatos de alunas(os) ou seguidores em relação aos acabamentos de uma peça de roupa. Vou dar dicas de como você pode contorná-los.   1. Comprar o tecido pensando tamanho do molde e esquecer do tecido extra para fazer os acabamentos – esse problema pode ficar ainda maior, pois a pessoa tem que voltar na loja para comprar mais tecido e o Continue lendo

Como fazer rolotê bem fino Olá! O tutorial de hoje aborda o rolotê, que é como se fosse um cordão de tecido. Eu vou ensinar a fazê-lo bem fino. Para que serve? Ele tem várias funcionalidades, como ser alcinha para uma blusa, fazer detalhes em uma peça de roupa, ser usado como fechamento de botões forrados em vestido de festa, dentre outros. Veja, nesse post do meu instagram, uma aplicação para esse rolotê que pode funcionar como aselhas/alças para botões: CLIQUE AQUI O meu vestido Continue lendo

Cós reto e cós anatômico  Olá! Nesse post, vou falar sobre as diferenças do cós reto e do anatômico. – O cós reto deve ser usado quando a saia ou calça estiverem com a “cintura no lugar”, ou seja, exatamente na cintura. – O cós anatômico deve ser usado quando a peça for de cintura baixa, quando você tiver rebaixado a cintura no molde. Ele é um cós mais fino em cima que abre em direção ao quadril. – O cós reto pode ser inteiriço Continue lendo

Costura Inglesa ou francesa Olá! Existem outras opções para finalizar as margens de costura além do overloque. Uma delas é a costura inglesa, ou costura rebatida, muito usada em camisaria. A outra é a costura francesa, que é mais aplicada em tecidos finos, como a musseline, gaze e o chiffon, por exemplo. Ela fica embutida pelo avesso e pode ser usada desde peças casuais até vestidos de festa. A costura inglesa é uma costura pespontada, ou seja, há uma costura aparente em sua finalização. Veja Continue lendo

Blusa básica de cambraia de algodão Olá, Fiz essa regatinha de cambraia de algodão com uma leve estampa têxtil “tom sobre tom” xadrez. Apesar de ser uma blusa básica, para todas as horas, eu queria que ficasse bem finalizada para eu poder usar com calça jeans, mas também com uma saia bonita, talvez em um evento elegante (após a pandemia, no futuro). Além do mais, eu adoro usar algodão que, por ser uma fibra natural, é um tecido fresco e leve. Então, fiz as costuras Continue lendo

Como usar a curva francesa na modelagem? Olá, A modelagem também envolve riscos, traços e curvas e essa harmonia, em muitos dos traços, é a curva francesa que faz. A curva é uma régua que nos ajuda a ser fiéis às curvaturas e volumes do corpo. A curva francesa é fundamental para riscar cavas, decotes e outras curvas dos corpo, como a ligação entre cintura e quadril, por exemplo, em uma saia. A que eu tenho, mando fazer em uma empresa que trabalha com acrílico, mas Continue lendo

Tirar as medidas do corpo precisamente é fundamental para a confecção de um bom molde base. A base precisa compreender as medidas, curvas e pences para poder modelar bem. O molde base é o molde inicial que contempla todas as medidas, pences e curvas do corpo, além de ter os traços do decote e cava certos no corpo. A partir dele é possível fazer adaptações e modelos de roupas. Existem medidas de circunferência, que são medidas que contornam o corpo, ou seja, passam ao redor Continue lendo

Como calcular a quantidade de tecido para fazer uma roupa Uma forma didática de entender a quantidade de tecido que você vai gastar para confeccionar uma peça de roupa é fazer o molde primeiro e medi-lo dentro de uma marcação que represente esse tecido.     Se você for dobrar o tecido de outra forma, tipo “metade / metade” para deixar as duas laterais na dobra, faça a marcação com uma linha no meio para identificar onde termina a dobra.   Assim, você saberá como Continue lendo

Interpretação de modelo: blusa com pala, franzido e manga evasê aberta no ombro   Vamos começar o ano com uma interpretação de modelo linda para o verão? Eu tenho um caderninho que gosto de fazer esses estudos para compartilhar com você! Primeiro, ao escolher uma peça, é bacana que você marque todas as características que ela tenha, como eu fiz abaixo. Essa é uma blusa com pala, manga evasê aberta no ombro, franzido e comprimento acima do quadril, bem soltinha e leve para essa quente estação!   Continue lendo