A importância do fio reto na costura

Avalie nossa página

A importância do fio reto na costura

 

Sabe quando o molde está certo, todas as medidas do molde estão certas, mas o caimento não fica como você queria? Isso pode ser um problema de corte e de sentido do fio. No tecido temos o fio reto, o atravessado e o viés, que influenciam diretamente no caimento da roupa.

 

 

Sabe quando você acabou de acordar, está com muito sono e veste uma blusa ao contrário, com as costas para frente? Aí você começa a perceber algo estranho, que está pegando no pescoço, que você não consegue mexer os braços? Que dá uns papos na frente? Acho que todo mundo já fez isso uma vez na vida! E quando você olha para a blusa, ela está toda esquisita no corpo?! Essa é a sensação que temos quando uma roupa – mesmo colocada de forma certa – tem um problema de caimento não é?! Hoje eu vou explicar um pouco de onde pode vir esse problema de caimento.

 

Um tecido pode parecer ser todo igual. Afinal, ele é uma trama de fios e é, de forma geral, uniforme. Eu vou explicar hoje mais sobre o tecido que, tem características que podem parecer detalhes pequenos, mas que fazem uma diferença enorme. É tipo um tempero na comida. No resultado final a gente não vê os grãos de sal que foram jogados ali, mas eles têm influência direta no sucesso e no sabor daquele prato.

 

Quando o tecido está no tear, é formado por dois sentidos de fios – os fios da urdidura  que são aqueles formados por um conjunto de fios tensos, paralelos e  colocados previamente no sentido do comprimento do tear. Eles ficam bem firmes. Também são chamados de fios retos. Aí, outro sentido de fios vêm sendo colocados para formar o tecido e eles já não são tão tensos como o sentido que falei anteriormente. É claro que estou mostrando apenas um exemplo de um forma muito simples para você entender que existe diferença entre a elasticidade dos dois sentidos. Os primeiros fios são firmes e tensionados. O segundo conjunto de fios não é tão tensionado, portanto tem mais elasticidade.

 

fio reto na costura

 

A ourela é o acabamento do tecido. O sentido de fios paralelos à ourelo são aqueles fios mais tensionados, chamados de fios retos.

 

Aqueles papos, aquelas roupas que parecem estar tortas, podem ter ficado assim por terem sido cortadas fora do fio, tortas em relação à ourela. É claro que isso é uma explicação para roupas de forma geral e existem modelos que são cortados no viés ou no atravessado por causa de características específicas daquele modelo, mas cortar no fio, deixar o fio do molde exatamente paralelo à ourela é aquele sal na comida. Pode parecer pouco, pois o mais importante foi toda a preparação da comida, no nosso caso, do molde, mas é fundamental para o sucesso.

 

Eu falo sobre fio reto na costura e muito mais no vídeo abaixo:

 

 

É muito importante riscar o fio reto no molde para que você possa colocar os moldes em posição na hora de cortar o tecido. Se o molde ficar torto ou no lugar errado, aquele pedaço da roupa pode ficar torcido.

 

Lembre-se, um molde bem feito com todas as partes conferidas dão menos ajustes na hora da prova de roupa. Veja AQUI mais dicas valiosas para você estudar modelagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *